Prefeito Paulinho Sasaki aumenta número de leitos no hospital e determina uma série de medidas emergenciais contra a Covid-19

O Prefeito Paulinho Sasaki (PTB) vem realizando diversas medidas para combater o aumento de casos e mortes por Covid-19, que vem acelerando em todo o país. Nesta semana está sendo montado mais vinte novos leitos exclusivos para casos de Covid-19 no Hospital Municipal, além da instalação de um aparelho de raio-x novo e a contratação de 28 profissionais de saúde. Também foi baixado um decreto determinando que médicos do Centro de Saúde passem a dar suporte ao atendimento no Hospital Municipal.

“Graças a Deus e ao empenho da nossa equipe, reativamos a usina de oxigênio no nosso hospital, que estava sem funcionar há vários anos e agora está sendo fundamental para salvarmos vidas, uma vez que diversas cidades já estão com muitas dificuldades para aquisição de oxigênio. Gostaria muito de agradecer todos os médicos, enfermeiros e demais profissionais do nosso hospital, que estão se empenhando muito para cuidar dos nossos pacientes”, enfatizou o prefeito.

Ele acrescentou que está fazendo de tudo para salvar vidas e, ao mesmo tempo, amenizar os impactos das medidas de isolamento na economia local. “Autorizamos que os comerciantes façam o Drive-Thru com a vaga em frente ao comércio, para que assim possam atender sem comprometer a segurança. Porém, precisamos do apoio de todos para que cada um faça sua parte e a gente possa sair dessa o quanto antes”, explicou.

Atualmente o Hospital Municipal está com 23 pessoas internadas na ala da Covid-19, sendo que cinco delas se encontram entubadas. Apesar do número recorde, existem mais 13 leitos disponíveis, o que nos deixa em uma situação menos grave que outras cidades da região, onde já não existem mais vagas, tanto nos hospitais públicos, quanto privados.

Até esta terça-feira (23/03) Ibiúna havia registrado 1.413 casos positivos e 76 óbitos por Covid-19, desde o início da pandemia. Apesar de preocupante, o número é menor do que cidades da região.

Barreira sanitária

Paulinho Sasaki também anunciou que já determinou a instalação de barreira sanitária na entrada principal da cidade, devido a antecipação dos feriados decretada pelo Prefeito de São Paulo, Bruno Covas. “Repudiamos essa atitude isolada da Capital, que vai fazer com que, neste momento crítico da pandemia, muita gente acabe vindo passar esses feriados nas cidades do interior, principalmente Estâncias Turísticas como Ibiúna. Por isso, vamos fazer essa ação a fim de inibir pessoas com sintomas de entrar na cidade e orientar os visitantes a não realizem aglomerações”, destacou o prefeito. 

Ele afirmou ainda que já determinou que a Guarda Civil Municipal (GCM) faça operações a fim de combater aglomerações em chácaras de veraneio, condomínios, marinas e outros locais. “Pedimos que os condomínios orientem os visitantes a não realizarem festas, aniversários e outros eventos que gerem aglomerações. A situação é muito difícil para todos, mas com muita fé e determinação vamos superar esse que é um dos momentos mais tristes da nossa história”, pediu Paulinho Sasaki.

registrado em: ,