Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão Orçamentária

Agenor Pereira de Camargo

Secretário Municipal de Planejamento e Gestão Orçamentaria

Agenor Pereira de Camargo é contador. Atua, também, como empresário contábil. Em sua vida profissional, foi auditor independente, professor de contabilidade, pericio contábil judicial e de cálculos trabalhistas. É o atual Secretário de Rendas Internas de Ibiúna.

Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão Orçamentária
Avenida Capitão Manoel de Oliveira Carvalho, 51.
Telefone: (15) 3248.9900
E-mail: financeiro@ibiuna.sp.gov.br
Horário de Atendimento: 09h às 16h30

A.7. – DA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA
(Capitulo VII – art. 22)
órgão que atua no planejamento e gestão orçamentaria, tático e estratégico promovendo
a execução operacional da área de atuação da Administração e Planejamento do
Município, definindo políticas, diretrizes e demais ações nos níveis em que esta puder
atuar.

1.- articular, coordenar e atualizar o sistema municipal de planejamento e gestão, com a
finalidade de assegurar a direcionalidade da gestão institucional e a eficiência e eficácia no
cumprimento dos objetivos e metas definidas pelo Governo Municipal;
2.- normatização das atividades contábeis junto aos órgãos da administração direta e indireta:
3.- controlar e acompanhar a execução orçamentária;
4.- zelar para que as unidades orçamentárias tenham a soma de recursos necessários para a
execução do programa anual de investimentos, bem como para manter o equilíbrio entre a
receita arrecadada e a despesa realizada;
5.- participar das ações para a elaboração do programa de metas;
6.- preparar os balancetes mensais e balanços gerais;
7- elaborar projetos de estudos, pesquisas e diagnósticos de natureza econômica, necessários
ao processo de planejamento;
8.- elaborar juntamente com as demais secretarias municipais, a proposta da LOA, LDO e PPA;
9.- cadastrar as fontes de recursos para o desenvolvimento do Município;
10.- oferecer suporte ao chefe do Poder Executivo e a sua equipe de governo no
estabelecimento de diretrizes e na tomada de decisões estratégicas sobre metas e objetivos
previstos no Programa de Governo, assim como nos pleitos formulados pela comunidade;
11.- coordenar, acompanhar , monitorar e avaliar a formulação dos principais instrumentos de
planejamento do Município, como o PPA, LDO e LOA;
12- elaborar as demonstrações contábeis e das prestações de contas;
13.- monitorar e avaliar o cumprimento das diretrizes, metas e objetivos institucionais sob sua
responsabilidade, apresentando ao Chefe do Governo Municipal, as propostas de decisão e
adequação que permitam o cumprimento dos compromissos assumidos com a população no
Governo Municipal;
14- cumprir todas as obrigações assemelhadas, que foram dispostas em Decretos Municipais
e Ordens de Serviços.

1. – assessorar o Secretário Municipal na supressão de planos, programas e projetos de alta
complexidade relacionados às políticas públicas;
2 – avaliar e controlar recursos alocados nos planos, programas e projetos de alta
complexidade;
3 – elaborar relatórios, análises e despachos;
4 – analisar dados e cenários face às determinações do Chefe do Executivo Municipal e do
Secretário Municipal:
5 – assistir e assessorar o Chefe do Poder Executivo e o Secretário Municipal nos assuntos
relacionados à coordenação e acompanhamento dos projetos, programas e ações:
6 – prestar assessoramento de interlocução e representação junto aos órgãos de outros 
poderes e entes federativos;

1.- articular, coordenar e atualizar o sistema municipal de planejamento e gestão, com a
finalidade de assegurar a direcionalidade da gestão institucional e a eficiência e eficácia no
cumprimento dos objetivos e metas definidas pelo Governo Municipal:
2.- normatização das atividades contábeis junto aos órgãos da administração direta e indireta;
3.- controlar e acompanhar a execução orçamentária;
4.- zelar para que as unidades orçamentárias tenham a soma de recursos necessários para a
execução do programa anual de investimentos, bem como para manter o equilíbrio entre a
receita arrecadada e a despesa realizada;
5- participar das ações para a elaboração do programa de metas;
6.- preparar os balancetes mensais e balanços gerais;
7.- elaborar projetos de estudos, pesquisas e diagnósticos de natureza econômica, necessários
ao processo de planejamento:
8.- elaborar juntamente com as demais secretarias municipais, a proposta da LOA, LDO e PPA;
9.- cadastrar as fontes de recursos para o desenvolvimento do Município;
10.- oferecer suporte ao chefe do Poder Executivo e a sua equipe de governo no
estabelecimento de diretrizes e na tomada de decisões estratégicas sobre metas e objetivos
previstos no Programa de Governo, assim como nos pleitos formulados pela comunidade;
11.- coordenar, acompanhar , monitorar e avaliar a formulação dos principais instrumentos de
planejamento do Município, como o PPA, LDO e LOA;
12.- elaborar as demonstrações contábeis e das prestações de contas;
13.- monitorar e avaliar o cumprimento das diretrizes, metas e objetivos institucionais sob sua
responsabilidade, apresentando ao Chefe do Governo Municipal, as propostas de decisão e
adequação que permitam o cumprimento dos compromissos assumidos com a população no
Governo Municipal:
14.- cumprir todas as obrigações assemelhadas, que foram dispostas em Decretos Municipais
e Ordens de Serviços;
15.- elaborar as demonstrações contábeis da administração financeira, orçamentária e
patrimonial do Município;
16.- em cooperação com as demais unidades administrativas, coordenar o desenvolvimento e
implantação de um sistema de monitoramento e avaliação da gestão ínstitucional, inclusive no
tocante as metas, que permita a correção oportuna das decisões e a atualização permanente
dos planos e programas do governo municipal.
17.- coordenar e dar suporte metodológico aos diferentes órgãos do Poder Público Municipal
na formulaçao, monitoramento e avaliação dos planos e programas específicos e setoriais, em
consonância com as diretrizes gerais do Programa de Governo.

1.- organizar e executar serviços de contabilidade em geral;
2.- realizar atividades de conferencia e informação de dotações orçamentárias em processos
licitatórios, transposições de dotações;
3.- abrir despesas e receitas orçamentárias;
4.- abrir as despesas e receitas extra orçamentárias;
5.- efetuar levantamento e acompanhamento e execução de despesas;
6.- suplementação de despesas através de crédito suplementar, especial e/ou extraordinário;
7.- acompanhar receitas, abertura e publicação de portarias;
8.- proceder a abertura de contas bancárias;
9.- proceder a inscrição e extinção de dividas ativas (tributárias e não tributárias);
10.- gerenciar e efetuar a conferencia dos recursos vinculados;
11.- escrituração contábil, acompanhando a aplicação dos recursos vinculados;
12.- proceder a conferencia do balanço anual;
13.- auxiliar o Secretário Municipal em assuntos pertinentes à execução orçamentária:
14.- orientar as demais secretarias municipais e departamentos quando solicitado;

15.- atualizar mensalmente a transferência financeira no sistema;
16.- proceder ao lançamento e faz conferencia do movimento de almoxarifado no sistema
informatizado;
17- proceder ao lançamento de processo de restituição (multa, impostos), pagos em
duplicidade e encaminhar aos setores competentes;
18.- proceder ao fechamento mensal e anual, bem como emitir balancetes mensais;
19.- enviar atas de audiências públicas para o sistema AUDESP;
20.- proceder ao fechamento mensal para o sistema AUDESP, através dos relatórios de
gerenciamento.

1.- instruir e acompanhar os processos de convênios pleiteados e formalizados junto ao
governo federal, estadual e municipal;
2.- dar suporte a todas as secretarias municipais, no tocante a correta aplicação dos recursos
financeiros recebidos a nível estadual e municipal:
3.- orientar e capacitar as entidades que recebem subvenção municipal, quanto a utilização dos
recursos públicos recebidos, bem como na elaboração da prestação de contas;
4.- encaminhar e atender eventuais requisições, referentes à prestação de contas dos
convênios junto ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo;
5.- promover atualização constante das normas emanadas do tribunal de contas, referentes as
transferências dos recursos estadual, federal e municipal;
6.- alimentar os sistemas, providenciar e enviar a prestação de contas dos recursos repassados
pelos Governos Estadual e Federal;
7.- orientar as diversas secretarias municipais quando da necessidade de emissão de diárias,
adiantamentos de despesas para viagens a trabalho e despesas de pequeno porte;
8.- conferir as prestações de contas de diárias e despesas de viagens e adiantamentos para
pequenas despesas:
9.- fazer a gestão de arquivo das prestações de contas referentes aos repasses de recursos
públicos;
10.- prestar esclarecimentos junto aos conselhos municipais, quando solicitado.
131

Notícias da Secretaria de Rendas Internas

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support